Final de julho de 2015 – os dias amanhecem com neblina e, aos poucos, o sol surge imponente em um céu azul límpido. A temperatura, às 07h, entretanto, não passa dos 12ºC lá fora. Um ótimo momento para um banho frio.

Acho que todo mundo, em algum momento da vida, já entrou em uma ducha gelada e levou um choque instantâneo: o coração acelerou, os olhos arregalaram, os dentes trincaram, a respiração ofegou e a necessidade de fuga era emergencial.

O objetivo desse post é mostrar porque passar por enfrentar essa situação, ao invés de fugir dela, vai te deixar uma pessoa melhor. Também conhecido como “Chuveirada do James Bond”, ou “Banho Escocês”, o banho frio é uma técnica revigorante há tempos conhecida e praticada.

JamesBond

Os benefícios

Os benefícios são variados, cito aqui alguns que encontrei em uma breve pesquisa:

1. Vigor corporal que o contato da pele com a água fria (ou gelada) produz imediatamente. A sensação de se estar alerta é nítida. Espanta o sono, a preguiça, é uma injeção de ânimo.

2. Melhoria do humor: jatos de água gelada no corpo estimulam o cérebro a produzir noradrenalina e dopamina, envolvidas com a atenção, alerta, humor e memória. Ou seja, um banho frio aumenta a produção destes neurotransmissores: motivação, foco e produtividade são as recompensas.coldshowerguy

3. Aumento dos níveis de testosterona: aumento da libido, da força e energia fazem parte do pacote que um banho frio proporciona.

4. Saúde da pele e do cabelo agradecem: água quente acaba ressecando tanto a pele quanto o cabelo; a água fria, pelo contrário, deixa seu aspecto no geral mais saudável.

A técnica

Mas e como começar com os banhos frios? Dificilmente alguém que tomou banhos quentes a vida toda, de um dia para o outro, vai girar o registro até o máximo na água gelada! O segredo está em, aos poucos, criar uma situação de transição para então dar o choque térmico no corpo.

Iniciei assim: entro no chuveiro com a água em temperatura morna, aproveito para lavar o corpo com sabonete por alguns minutos e então esfrio um pouco a temperatura da água. Passo o shampoo  no cabelo, esfrego e então viro o registro para o frio. Nos primeiros segundos o tempo para, e quando a vontade é de sair, a determinação para ficar deve vencer. Ao invés de se encolher e contrair os músculos, o segredo é inflar o peito e relaxar, aproveitando tudo que aquele momento tem a oferecer (vide acima).

Quando dominar a situação, é hora de terminar: enxague toda a espuma do shampoo e do sabonete na água fria e, com um sorriso estampado no rosto, feche o registro e comece o dia tinindo.

Anúncios